Como Acabar com Diabetes – 5 remédios caseiros que Funcionam


Está buscando informações sobre como acabar com a diabetes? Leia nosso artigo completo feito por especialistas no assunto e você vai aprender como manter sua diabetes controlada de forma simples e natural sem precisar ficar tomando remédios nocivos a sua saúde apenas para manter sua diabete controlada.

A melhor forma natural e caseira para controlar a diabetes e regular os níveis de açúcar no sangue é a perda de peso, pois isso faz com que exista menos camada de gordura no corpo, o que melhora o funcionamento do fígado e do pâncreas, assim como melhora a sensibilidade à insulina, facilitando seu trabalho. Para conseguir perder peso é muito importante fazer uma dieta equilibrada, assim como praticar exercício físico regular.

No entanto, junto com a perda de peso, também existem algumas plantas que podem ser usadas para potenciar o efeito da insulina e ajudar no controle dos níveis de açúcar no sangue, especialmente em pessoas com pré-diabetes. Estas plantas apenas devem ser utilizadas após consultar o médico que está orientando o tratamento, já que algumas plantas podem interferir com o efeito de alguns medicamentos usados para diabetes e podem causar complicações sérias, como a hipoglicemia.

Como Acabar com Diabetes

Qualquer um das plantas apresentadas a seguir pode ainda ser consumida sob a forma de suplemento alimentar, vendido em lojas de produtos naturais como cápsulas. Nesses caso, seu uso deve ser feito de acordo com o fabricante ou de acordo com a orientação de um nutricionista ou fitoterapeuta.

Alguma das plantas que possuem comprovação científica para regular a glicose no sangue incluem:

1. Feno-grego

O feno-grego, conhecido cientificamente como Trigonella foenum-graecum é uma planta medicinal muito versátil, que pode ser utilizada para tratar vários problemas de saúde, mas tendo forte efeito no controle dos níveis de açúcar no sangue.

Isso porque esta planta tem, nas suas sementes, uma substância ativa, conhecida como 4-hidroxileucina, que, segundo vários estudos, parece aumentar a produção de insulina no pâncreas, diminuindo os níveis de glicose altos, comuns da diabetes.

Além disso, o feno-grego também parece atrasar os esvaziamento do estômago, diminuir a absorção de carboidratos e promover o uso da glicose pelo corpo, diminuindo a glicemia.

2. Canela

Ingredientes

  • 1 xícara de água;
  • 2 colheres (de chá) de sementes de feno-grego.

Modo de uso 

Colocar a água e as folhas numa panela e deixar ferver por 1 minuto, depois desligar o fogo e deixar repousar por mais 5 minutos. Por fim, retirar as sementes e beber o chá após amornar. Este chá pode ser usado após as refeições para ajudar a regular os níveis de glicose, no entanto, não deve ser usado caso se utilizem remédios para a diabetes, já que pode causar uma hipoglicemia, especialmente se não existir conhecimento do médico.

O uso de feno-grego pode ter alguns efeitos colaterais em crianças, grávidas ou mulheres que estão amamentando e, por isso, deve ser evitado nestes casos.

A canela, além de ser um excelente especiaria aromática, também ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue pois contém um componente, conhecido como hidroxi-metil-chalcona, que parece imitar o efeito da insulina no corpo, o que ajuda no metabolismo da glicose.

Para isso, a canela pode ser adicionada na comida ou ingerida sob a forma de água de canela, por exemplo.

Ingredientes

  • 1 a 2 paus de canela;
  • 1 litro de água.

Modo de uso

Juntar os paus de canela na água e deixar repousar na geladeira durante a noite. Depois retirar os paus de canela e ir bebendo ao longo do dia.

Existem alguns estudos que indicam que a canela não deve ser ingerida durante a gravidez, por isso, é aconselhado que grávidas consultem o obstetra antes de utilizar este chá.

3. Dente-de-leão

O dente-de-leão é outra planta que parece ter um forte efeito sobre a diabetes, já que tanto suas folhas como raízes são capazes de regular os níveis de açúcar no sangue. Aliás, a raiz do dente-de-leão possui até uma substância, conhecida como inulina, que pode aumentar a produção de insulina, já que é um tipo de açúcar que não é metabolizado, ou seja, que não leva ao aumento do nível de açúcar no sangue.

O dente-de-leão pode assim ser usado como uma boa opção natural para pessoas pré-diabéticas.

Ingredientes

  • 1 xícara de água;
  • 1 colher (de sopa) de raiz de dente-de-leão.

Modo de uso

Deixar a água e as raízes para ferver numa panela por 5 minutos, depois retirar do fogo e deixar repousar por mais 5 minutos. Coar e beber depois de amornar. Este chá pode ser bebido até 3 vezes por dia.

4. Ginseng asiático

O ginseng asiático, também conhecido como Panax ginseng, é uma raiz medicinal muito utilizada em todo o mundo para os mais diversos fins, especialmente para melhorar a circulação sanguínea cerebral e melhorar o rendimento. No entanto, esta raiz também ajuda a aumentar a produção de insulina pelo pâncreas, além de melhorar a sensibilidade a essa insulina.

Assim, o ginseng pode ser uma ótima opção para pessoas com diabetes do tipo 2, ajudando a regular melhor a quantidade de açúcar no sangue.

Ingredientes

  • 1 xícara de água;
  • 1 colher de sopa de raiz de ginseng.

Modo de uso

Colocar a água e o ginseng para ferver durante 5 minutos e depois repousar por mais 5 minutos. Por fim, coar, deixar amornar e beber 2 a 3 vezes por dia.

O consumo regular deste chá pode causar efeitos colaterais em algumas pessoas, sendo que os mais comuns incluem sensação de estar nervoso, dor de cabeça ou insônia, por exemplo. Além disso, mulheres grávidas não devem usar este chá sem supervisão do obstetra.

5. Camomila

A camomila é outra planta muito utilizada na medicina popular, pois é conhecida como um calmante natural, no entanto, esta planta também tem efeito sobre o nível de açúcar no sangue, ajudando a mantê-lo controlado. Além disso, também parece proteger contra complicações da doença, como lesões nos vasos sanguíneos.

Alguns dos componentes que parecem ser responsáveis por estes efeitos incluem substâncias como umbeliferona, esculina, luteolina e quercetina.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de camomila;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de uso

Adicionar a camomila à água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Depois, coar, deixar amornar e beber 2 a 3 vezes por dia.

Existem alguns estudos que indicam que a camomila não deve ser ingerida durante a gravidez, por esse motivo, mulheres grávidas devem consultar o obstetra antes de utilizar este chá.

VÍDEO POLÊMICO REVELA O ALIMENTO SECRETO PRA COMBATER A DIABETES TIPO 2

Assista ainda a este vídeo para saber o que pode fazer para controlar mais facilmente a diabetes:

Controle da Diabetes sem Remédios