Notícia boa para os motoristas do Brasil

O atual presidente Jair Bolsonaro mandou cancelar a instalação de 8 mil novos radares em 2019 nas principais rodovias do país. O motivo é por conta da alta arrecadação que as prefeituras conseguem com a chamda indústria da multa.

De acordo com o Ministério da insfraestrutura seriam instalados 8 mil radares novos ao longo das principais rodovias do país, porém foi vetada por Bolsonaro. Esta medida vai beneficiar diretamente o seu bolso, porém todavia queremos informar que mesmo com a proibição do governo de se instalar novos radares nas rodovias, a instalação de novos radares no perímetro urbano segue normalmente pelas prefeituras de cada estado.

O presidente Jair Bolsonaro declarou no último domingo (31), em seu perfil no Twitter, que ordenou o cancelamento da instalação de 8 mil novos radares em rodovias de responsabilidade do governo federal.

“Após revelação do Ministério de Infraestrutura de pedidos prontos de mais de 8.000 novos radares eletrônicos nas rodovias federais do país, determinei de imediato o cancelamento de suas instalações”, escreveu o presidente.

“Sabemos que a grande maioria destes têm o único intuito de retorno financeiro ao estado [sic]”, completou.

Sendo assim continua sendo necessário estar sempre com seu gps atualizado tanto com os mapas quanto com os radares.

Bolsonaro também prometeu revisar contratos já existentes em estradas federais fiscalizadas por radar.

“Ao renovar as concessões de trechos rodoviários, revisaremos todos os contratos de radares verificando a real necessidade de sua existência para que não sobrem dúvidas do enriquecimento de poucos em detrimento da paz do motorista.”

Esta não é a primeira declaração polêmica do presidente contra medidas de fiscalização que ele considera serem parte de uma “indústria das multas”.

Desde que assumiu o mandato, Bolsonaro já prometeu ampliar a validade da CNH de cinco para 10 anos, bem como aumentar o limite de pontos para sua suspensão de 20 para 40.

Também afirmou que vai extinguir as lombadas eletrônicas e estuda revogar a lei do farol baixo nas estradas. Por outro lado, quer submeter motoristas ao “teste do drogômetro”.

Atualize Agora:

Mapas e Radares para GPS 7 Polegadas – R$77,00( 3 navegadores + 4 mapas do Brasil + 1 ano de atualizações grátis )

Att Redação Dicas Brasil. 

Teste do Drogômetro

Em abril deste ano foi instituído, por meio da publicação de uma portaria no Diário Oficial da União (DOU), um grupo de trabalho responsável pela realização de estudos e pela elaboração de documentos técnicos para a implementação de “drogômetros”.

A utilização dos “drogômetros” – que na verdade são aparelhos com tecnologias de screening para detecção de substâncias psicoativas em condutores do trânsito brasileiro – é uma das promessas de campanha do presidente Jair Bolsonaro e está sendo desenvolvida por meio de uma parceria do Ministério da Justiça e Segurança Pública com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad).

A Senad, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Secretaria Nacional de Segurança Pública já estão mobilizadas para testar, em cinco regiões do país, o “bafômetro de maconha” e outras drogas.

AutoPapo entrevistou a Orbitae, uma das empresas responsáveis por fornecer equipamentos para as instituições, e detalha o processo para o teste de detecção.

Confira, abaixo, como funciona o “drogômetro”

Loading...
Play Button Play Button

Atualize seu GPS agora: 

Mapas e Radares para GPS 7 Polegadas – R$77,00( 3 navegadores + 4 mapas do Brasil + 1 ano de atualizações grátis )

Att Redação Dicas Brasil.