Kin Jong-Un Morreu | Segundo o site NBC 21/04/2020


Kin Jong-UN Morreu? NBC anuncia a morte de Kim Jong-Un, ditador da Coréia do Norte, após procedimento cardiovascular. Mais cedo, emissoras americanas divulgaram que estado de saúde do norte-coreano era grave. Informações ainda não foram confirmadas por autoridades coreanas.

A informação ainda não foi confirmada pelos serviços americanos de inteligência.

Kin Jong-Un Morreu

Kin Jong-UN Morreu Notícia

Mais cedo, emissoras americanas divulgaram que Kim Jong-Un, ditador da Coréia do Norte, encontrava-se em grave estado de saúde. Kim teria sido submetido a procedimento cardiovascular no último dia 12 de abril devido à obesidade, tabagismo e excesso de trabalho. O quadro de saúde do ditador era considerado grave e o risco de morte não era descartado, o que reforça o anúncio da NBC.

Kim esteve ausente das festividades de 15 de abril que comemoram o aniversário de seu avô, Kim Il-sung, fundador da Coréia do Norte morto em 1994. Desde então especulações sobre o estado de saúde do ditador norte-coreano começaram a se alastrar.

O governo sul-coreano irá verificar o estado de saúde do líder da Coréia do Norte, uma das mais fechadas e sanguinárias ditaduras do mundo. Vale lembrar que a morte de kin jong-un não foi noticiada ainda em veículos de informações brasileiros, como G1, Estadão ou Folha de São Paulo. Mas está sendo largamente falada em jornais norte americanos.

Atualização:

Katy Tur, correspondente da NBC que noticiou a morte cerebral de Kim Jong-Un, apagou o tweet inicial e disse que aguardará novas informações.

Loading...
Play Button Play Button

Quem é Kin Jong-un?

Kim Jong-un (oficialmente transcrito Kim Jong Un; em coreano: 김정은; hanja: 金正恩; Pyongyang, 8 de janeiro de 1983)[1] é um político norte-coreano que serve como Líder Supremo do seu país desde 2011 e Presidente (anteriormente chamado Primeiro Secretário) do Partido dos Trabalhadores da Coreia desde 2012. É o terceiro e mais jovem filho de Kim Jong-il com sua última esposa Ko Young-hee.[3] Ele é neto de Kim Il-sung, o primeiro líder da Coreia do Norte de 1948 a 1994.  Kim Jong-un é um general de quatro estrelas[5] do Exército Popular da Coreia e por isso, em setembro de 2010, Kim Jong-un ficou conhecido como “Jovem General” e, no final de 2011, como “Respeitado General” em sinais as bênçãos que ofereciam a ele, seu pai e seu avô. Kim é o primeiro líder norte-coreano que nasceu após a fundação do país.

Desde o final de 2010, Kim Jong-un é visto como herdeiro da liderança da Coreia do Norte, e após a morte do pai, a mídia estatal referiu-se a ele como o “Grande Sucessor”. Kim detém os títulos de Presidente do Partido dos Trabalhadores da Coreia (como Primeiro Secretário entre 2012 e 2016), presidente da Comissão Militar Central, Presidente da Comissão de Defesa Nacional, Comandante Supremo do Exército Popular da Coreia,[7][8] e membro do Presidium do Politburo, o mais alto órgão de decisão da Coreia do Norte.[9] Kim foi promovido ao posto de Marechal da Coreia do Norte no Exército Popular da Coreia em 18 de julho de 2012, consolidando sua posição como Comandante Supremo das Forças Armadas[10] e é frequentemente chamado de Marechal Kim Jong-un, “o Marechal”[11] ou “Caro Respeitado” pela mídia estatal.

O governo de Kim é uma ditadura onde as eleições não são livres e justas, para muitos seria muito bom a notícia de que Kin Jong-un morreu, mas os críticos do governo são perseguidos, a mídia é controlada pelo regime, o acesso à Internet é limitado pelo regime e não há liberdade de religião. Seu regime opera uma extensa rede de prisões e campos de concentração; o regime condena pessoas por crimes políticos e usa punições coletivas pelas quais membros de uma família são punidos pelos crimes de uma pessoa. Se o pai de uma família, por exemplo, for condenado por algum crime, essa família também poderá sofrer punições. Segundo as Nações Unidas, os norte-coreanos vivem sob “violações sistemáticas, generalizadas e graves de direitos humanos”, onde o regime “procura dominar todos os aspectos da vida de seus cidadãos e os aterroriza por dentro”.[13][20] O regime exerce amplo controle sobre a economia norte-coreana, com substanciais empresas econômicas controladas pelo Estado e restrições significativas à capacidade dos norte-coreanos de se envolverem em atividades econômicas estrangeiras.[21] A revista Forbes classificou Kim como a 36ª pessoa mais poderosa do mundo em 2018, a posição mais alta entre os coreanos. Em 12 de dezembro de 2013, Kim ordenou a execução de seu tio Jang Song-thaek por “traição”. Acredita-se que Kim tenha ordenado o assassinato de seu meio-irmão, Kim Jong-nam, na Malásia em fevereiro de 2017. 

Em 2018, Kim Jong-un e o presidente da Coreia do Sul Moon Jae-in se encontraram duas vezes em Panmunjom, na fronteira entre o norte e o sul, e uma vez em Pyongyang. Em 12 de junho de 2018, Kim Jong-un e o presidente dos EUA, Donald Trump, reuniram-se em Singapura, a primeira reunião entre um líder norte-coreano e um presidente dos EUA para discutir o programa nuclear norte-coreano. Uma reunião de acompanhamento em Hanói, em fevereiro de 2019, terminou abruptamente sem um acordo. Em 25 de abril de 2019, Kim Jong Un e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, realizaram sua primeira cúpula em Vladivostok, na Rússia. Em 30 de junho de 2019, Kim se reuniu com o presidente sul-coreano Moon Jae-in e com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Zona Desmilitarizada da Coreia. Será que  Kin Jong-un morreu ou não morreu? Fica esta dúvida até que a própria Coreia do Norte se pronuncie sobre o Estado de saúde de  Kin Jong-un. 

Add a Comment