Homem é Preso Injustamente por Falsa Acusação de Estupro, Mulher pede Desculpas em Vídeo

A justiça brasileira é muito injusta, Após 2 anos Preso Injustamente por Falsa Acusação de Estupro, Mulher pede Desculpas em Vídeo. O cara foi preso injustamente por conta de uma FDP desgraçada como esta.

Fez falsa acusação de estupro só pra ferrar com a vida do cara, morador de rua e inocente e chamar atenção “da namorada”

Que ódio mano.

Homem é Preso Injustamente por Falsa Acusação de Estupro

Culpa do Feminismo Tóxico

“Eu vou pagar perante a lei, perante a Deus”, diz jovem que acusou um inocente de estupro em Inhapim Em vídeo gravado por Vitória Danielle Salatiel, de 20 anos, o pedido de perdão e o arrependimento.

A jovem acusou um inocente de estupro. Fernando Camargo da Silva, morador de Rua, foi detido e passou quatro dias na unidade prisional em Caratinga. Após investigação da Polícia Civil, a inocência de Fernando foi comprovada.

Durante oitiva na delegacia de Inhapim, Vitória Danielle acabou confessando que mentiu sobre tudo e teria planejado o crime para chamar a atenção da namorada após uma discussão. Então, de possível autor de estupro, Fernando se tornou a vítima de todo o caso.

Leia também:

Nesta sexta-feira, o jornalismo do SC teve acesso a um vídeo em que Vitória Danielle se diz arrependida e pede perdão a Fernando. “Bom, eu sei que o que eu fiz não tá certo. Eu coloquei um inocente na cadeia e eu queria pedir perdão a ele. Perdão por ter feito ele passar por esta humilhação toda, por causa de uma estupidez, uma palhaçada minha.

Eu vou pagar perante a lei, perante a Deus. Eu queria te pedir perdão Fernando, por ter feito você passar por tudo isso. Você não tem culpa de nada, a única errada e culpada por isso tudo sou eu.

Eu quero te pedir perdão porque estou muito arrependida, eu não pensei no que ia acontecer, eu não pensei nas consequências do que iria acontecer com você, eu só pensei em mim. Por isso eu estou aqui te pedindo perdão de coração, eu estou muito arrependida, muito mesmo. Me perdoa Fernando porque eu fiz você passar por esta humilhação toda. (…) me perdoa por tudo, por tudo mesmo”.

ENTENDA O CASO  no vídeo abaixo:

Loading...
Play Button Play Button

 

Após ser preso injustamente pelo crime de estupro, homem é libertado do presídio após suposta vítima confessar a Polícia Civil que havia mentido No olhar, um sentimento de injustiça e revolta. Fernando Camargo da Silva é morador de Rua e costuma dormir neste ponto, da Avenida Oswaldo da Silva Araújo, em Inhapim. Ele foi detido pela Polícia Militar da cidade, após a denúncia e suspeita do crime de estupro. Conforme um boletim de ocorrência registrado pela PM, os militares foram acionados por Vitória Danielle Salatiel, de 20 anos, que alegou ter sido estuprada por Fernando.

Danielle contou à polícia que foi agarrada pelo homem, teve o short retirado e, na sequência, teve os seios e o órgão genital acariciado por Fernando. Reconhecido pela suposta vítima, Fernando acabou sendo preso em flagrante e conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Caratinga e, na sequência, encaminhado ao Presídio de Caratinga. Policiais da PC de Inhapim iniciaram a investigação mais aprofundada.

Câmeras das imediações do local onde possivelmente ocorreu o crime foram analisadas e nada foi constatado, mostrando apenas a jovem caminhando a pé pelo local. Durante sua oitiva, na delegacia do município, Vitória Danielle acabou confessando que mentiu sobre tudo e teria planejado o crime para chamar a atenção da namorada após uma discussão. Então, de possível autor de estupro, Fernando se tornou a vítima de todo o caso. Foram quatro dias de angustia de um inocente dentro de uma unidade prisional.

Fernando Camargo foi solto pela justiça durante a noite de quarta-feira (23/01). O morador de Rua, que não possui condições financeiras de arcar com advogado, agradece o esforço da Polícia Civil de Inhapim que aprofundou nas investigações e provou a sua inocência. Conforme apurado pelo jornalismo do SC, Vitória Danielle irá responder por denunciação caluniosa, podendo pegar de 2 a 8 anos de prisão e multa. O morador de rua agora pretende recomeçar uma nova vida.

Há cerca de dois anos Fernando recebe assistência do Projeto Resgatando Almas, que oferece comida e roupas para ele e mais outros 30 assistidos. Doações para Fernando podem ser realizadas no local.

Sabe o que vai acontecer com ela: PORRA NENHUMA….😠

Comentar